erros na gestão financeira

5 erros na gestão financeira que podem prejudicar sua oficina

Erros na gestão financeira são uma das principais causas do fracasso dos empreendimentos. Muitos, efetivamente, têm grandes possibilidades de prosperarem e terem sucesso em um futuro muito próximo, entretanto, falhas na forma de gerenciamento de suas finanças pode colocar a perder todo o sucesso que o esperava.

Deixar de controlar o fluxo de caixa, não ter atenção aos vencimentos, entre outras ações, podem gerar prejuízos ao longo da existência do negócio, o que acarretará a sua inviabilidade financeira e, em seguida, seu fechamento.

Neste artigo, mostraremos 5 erros simples que ocorrem na gestão financeira de uma empresa. Ao conhecer eles, você poderá adotar estratégias para evitá-los. Acompanhe!

1. Ignorar o controle de fluxo de caixa

Um dos erros mais clássicos que encontramos nas oficinas mecânicas é a falta de atenção com o fluxo de caixa. Mesmo com tanta informação mostrando a importância desse elemento para as empresas, infelizmente, muitos empresários negligenciam totalmente a sua elaboração e acabam deixando o seu fluxo financeiro a mercê da sorte.

Isso é altamente prejudicial para um negócio, afinal, quem não tem controle do seu próprio fluxo de caixa corre sérios riscos de ficar descapitalizado em determinado momento. Com o efeito disso, sua empresa terá dificuldades para honrar compromissos financeiros e, pior ainda, poderá ficar sem recursos para adquirir produtos, ferramentas e demais elementos necessários à execução dos seus serviços.

Pior que não ter clientes em sua oficina, é perder um serviço ou venda por motivos de não ter dinheiro suficiente para cobrir o custo de determinada solicitação. Portanto, se você não elabora o controle de fluxo de caixa do seu negócio, passe a executá-lo a partir de hoje.

2. Negligenciar o controle de contas a pagar

O controle de contas a pagar de uma empresa é executado pelo setor financeiro. Com base nas informações fornecidas pelo departamento de compras, os responsáveis programam todos os pagamentos que precisam ser efetuados nos próximos dias. Além disso, verificam os recebimentos previstos e analisam a necessidade de obter recursos externos para fazer o pagamento de faturas, impostos e demais compromissos financeiros.

A empresa que não tem um bom controle de contas a pagar, simplesmente, não consegue efetuar este procedimento. Consequentemente, as chances de ela deixar seus boletos, faturas e guias vencerem é muito grande.

Quando isso ocorre, além da péssima impressão que causará aos seus fornecedores ou credores, sua empresa será penalizada com multas e juros. Isso afeta direta e negativamente o seu lucro, tendo em vista que esse gasto não estava previsto na sua composição de custos ou preço de venda.

3. Misturar contas pessoais com as da empresa

Outra falha muito comum e que é cometida sem que o gestor perceba o seu nível de gravidade é a mistura do dinheiro ou contas da empresa com os gastos e receitas pessoais. A verdade é que muitos empresários acabam fazendo do caixa da empresa uma extensão da sua carteira. Além de ferir alguns princípios contábeis e administrativos, essa prática pode colocar as finanças da sua empresa em risco.

Quando você paga contas pessoais com dinheiro do caixa, toda a análise de viabilidade do negócio será prejudicada. Por exemplo: como você poderia analisar o potencial gerador de lucro da sua empresa se, no meio dos pagamentos das despesas e custos dela estão sendo descontados contas como, mensalidades de cursos, faturas de cartão, compras de bens pessoais, entre outros?

É impossível gerenciar as finanças de um negócio dessa forma. Isso vicia todos os relatórios e fornece informações equivocadas. Uma decisão tomada com base nesse tipo de dado, certamente, estará errada e pode prejudicar o futuro do negócio.

4. Não contar com a tecnologia na gestão financeira

Muitos donos de oficinas mecânicas não promovem uma boa gestão financeira em seus negócios por acreditarem que essa é uma tarefa que demanda tempo e dinheiro. No entanto, atualmente, existem ferramentas tecnológicas que podem fazer grande parte do trabalho de forma automatizada.

Infelizmente, alguns empresários desse ramo ainda não conhecem esse tipo de tecnologia e acabam não utilizando em seus empreendimentos. Um bom sistema de gestão financeira é capaz de integrar todas as informações geradas no departamento de compras, por meio das notas fiscais recebidas e programar todos os pagamentos de forma automatizada.

Assim, ele gerará avisos sobre o vencimento, bem como, a capacidade de pagamento da empresa, tendo em vista que os recebimentos também são registrados nesse mesmo sistema. Assim, os funcionários do departamento financeiro terão mais praticidade e agilidade em suas tarefas diárias, sendo mais assertivos nas informações que são fornecidas à gestão da empresa.

Além disso, esse tipo de sistema também fornece relatórios financeiros muito confiáveis e que podem ser emitidos quase que instantaneamente. Isso significa que o dono da oficina poderá ter informações preciosas e em tempo real em suas próprias mãos com apenas alguns cliques.

5. Não capacitar os funcionários envolvidos no setor financeiro

Por fim, não há como se discutir o assunto de erros na gestão financeira sem passar pelos funcionários envolvidos nesses serviços. Além de investir em tecnologia, também é importante aplicar recursos na formação dessas pessoas.

Com o passar dos meses, surgem novas estratégias de gestão financeira que podem ser aplicadas em seu negócio. Sendo assim, você precisa fazer com que os colaboradores do setor tenham acesso a esse tipo de conhecimento para aplicar em sua empresa.

Além disso, algumas das ferramentas tecnológicas de gestão financeira também exigem treinamentos e reciclagem constantes. Muitas vezes, a própria empresa dona do software oferece esses serviços. Isso garantirá que seus funcionários estejam sempre por dentro de todas as novidades que surgirem, tanto aquelas relacionadas aos softwares utilizados, quanto as que possibilitarão a melhor prática de suas atividades.

Esses são os principais erros na gestão financeira de uma oficina mecânica. Agora que você os conhece a fundo, volte os olhos para a sua empresa e verifique se alguns deles estão presentes. Ao identificá-los, comece a trabalhar para eliminá-los totalmente do seu empreendimento.

Gostou deste artigo? Que tal continuar aprendendo um pouco mais sobre estratégias para aplicar em seu negócio? Então, confira o artigo que preparamos para você. Nele, mostraremos 5 aplicativos que podem ser utilizados na gestão de uma oficina mecânica.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.