Pode parecer irrelevante, mas você sabia que aspectos como organização e qualidade em oficinas mecânicas são fatores que os consumidores consideram na hora de decidir se utilizam, ou não, os serviços de um estabelecimento?

Por isso, como gestor de uma autopeças, você tem a responsabilidade não apenas de fornecer atendimento e prestação de serviços, mas também de manter o espaço físico organizado. Sem mencionar o fato de que a limpeza e arrumação do ambiente garantem produtividade à rotina operacional.

Sendo assim, no conteúdo de hoje mostraremos algumas dicas importantes sobre como otimizar os procedimentos de organização e qualidade em oficinas mecânicas. Quer saber mais sobre o assunto? Então continue a leitura do artigo para conferir!

Mantenha as bancadas de ferramentas organizadas

Certamente, a bancada de ferramentas é um dos pontos de maior relevância no que diz respeito à organização de uma oficina mecânica.

Quando bem organizada, ela não somente pode causar uma boa impressão aos clientes, como também facilitar o trabalho dos profissionais. Da mesma forma, a desorganização dos materiais pode gerar atrasos na entrega dos serviços.

Portanto, é fundamental reservar um pequeno período do expediente, entre um serviço e outro, para organizar as ferramentas da oficina e, consequentemente, ter um ambiente de trabalho em ordem.

Uma dica interessante é aplicar painéis perfurados para que os instrumentos possam ser posicionadas de modo que ocupe pouco espaço e possibilite fácil acesso sempre que o mecânico precisar.

Demarque áreas e setores da oficina

Um ótimo método para otimizar a organização e a qualidade em oficinas mecânicas é demarcando áreas e setores para a execução de tarefas específicas.

Por exemplo: em um espaço destinado apenas para lavagem de peças, nenhum outro trabalho deve ser executado. Dessa forma, todos os equipamentos e recursos pertinentes a esse tipo de uso podem ficar próximos ao local, evitando peças espalhadas por todo o estabelecimento.

O mesmo se aplica ao ambiente onde o elevador automotivo fica localizado. Naquele espaço todas os materiais e ferramentas utilizados devem ficar dispostos, caso seja necessário elevar um veículo.

A partir dessa metodologia de organização, seus colaboradores não precisarão transitar por toda a autopeças para encontrar algo necessário para um serviço. Consequentemente, a empresa economiza tempo e aumenta a produtividade.

Estabeleça uma política de organização

Todo esforço para manter o estabelecimento limpo e organizado será inútil, se não houver uma política bem estabelecida a respeito da organização do local de trabalho que todos os colaboradores sigam à risca.

Oriente seus funcionários de modo que eles entendam a relevância de ter uma oficina mecânica sempre organizada e qual é o papel de cada um nesse contexto.

Para isso, considere implementar algumas práticas como:

  • reservar pequenos períodos do expediente para uma limpeza coletiva (ao menos duas ou três vezes na semana);
  • padronizar os processos de limpeza e organização;
  • dispor as regras e procedimentos no painel de avisos da oficina;
  • valorizar os esforços dos colaboradores nesse aspecto, para que a empresa esteja sempre em ordem.

Envolver os funcionários em atividades desse tipo é uma das melhores formas de fazê-los entender que, quanto menos desordem durante os serviços, mais rápido e eficiente serão os processos de organização.

Invista em treinamentos para os colaboradores

Ainda no contexto da dica anterior, investir em ferramentas de oficinas e garantir que elas se mantenham conservadas é fundamental, porém, os funcionários também necessitam de treinamento para manusear os equipamentos de maneira adequada, além de manter um alto padrão de organização.

Pense no caso, por exemplo, de sua oficina abrir um novo tipo de serviço. Para que isso seja realizado corretamente, serão precisos novos materiais e ferramentas para o desenvolvimento do trabalho, correto?

Então, se os colaboradores não tiverem preparo técnico o suficiente, as probabilidades da estratégia não funcionar serão altas, resultando em prejuízos inevitáveis. Nesse sentido, é importante encarar o treinamento como um investimento, ao invés de um gasto financeiro, já que a longo prazo a oficina usufruirá de vantagens significativas como:

  • aumento no tempo de durabilidade e vida útil das ferramentas e materiais da autopeças;
  • melhoria exponencial na qualidade dos serviços prestados aos clientes;
  • aumento da credibilidade da empresa diante dos consumidores;
  • otimização da competitividade da oficina em seu mercado de atuação, entre outros aspectos importantes.

Adote a prática de etiquetar as ferramentas 

Se o espaço físico de seu estabelecimento for grande e contar com um número considerável de colaboradores, a prática de etiquetar as ferramentas pode ser uma das melhores estratégias de organização e qualidade em oficinas mecânicas a ser aderida.

É comum que cada profissional tenha seu próprio kit ou armário de ferramentas, no entanto, em uma rotina corrida, pode acontecer dos materiais ficarem espalhados por todo o ambiente laboral.

O que significa que ao etiquetá-las, identificando quem são os seus responsáveis, a cobrança em relação aos cuidados será maior, além de evitar divergências entre os funcionários durante o cotidiano operacional.

Vale ressaltar, ainda, que é preciso realizar uma rígida fiscalização para que as etiquetas sejam implementadas e utilizadas por todos os envolvidos. Pode demorar um pouco para que todos se acostumem com a nova política, mas não há dúvida de que o benefício é em prol de toda a empresa.

Usufrua de uma solução digital

Para concluirmos, é importante destacar o papel de uma solução tecnológica em todo o processo. Afinal, em um panorama competitivo como o atual, não há mais espaço para burocracia em procedimentos rotineiros, não é verdade?

Existe uma infinidade de softwares de automação de tarefas que oferecem recursos para organizar as mais variadas áreas de uma empresa, como cadastramento de fornecedores e clientes, organização de estoque, agenda, finanças e até mesmo ferramentas. Dessa forma, é possível gerenciar os serviços do início ao fim, descartando a necessidade de recursos obsoletos como planilhas e documentos impressos.

Como você pôde conferir neste conteúdo, a organização e qualidade em oficinas mecânicas é uma tarefa que exige responsabilidade, comprometimento e disciplina de toda a equipe. Mas com a ajuda de metodologias, padronização de processos e até mesmo tecnologia, é possível alcançar ótimos resultados sem grandes desafios.

O artigo sobre como melhorar a organização e qualidade em oficinas mecânicas foi útil para você? Quer receber mais conteúdos exclusivos como este? Então siga a Takao no FacebookGoogle+ e no YouTube para ficar por dentro das maiores novidades do mercado!