Motivar funcionários deveria fazer parte da rotina de qualquer empresa. Afinal, o ser humano é emotivo e tem a necessidade de se sentir valorizado. 

É muito comum dentro do ambiente de trabalho encontrar pessoas entediadas, desgastadas e desmotivadas com a empresa. No entanto, nem sempre a falta de motivação é relacionada apenas com a atividade de trabalho, mas também com o ambiente no qual os colaboradores estão inseridos e com a falta de retorno sobre como estão se saindo naquela função.

Por isso, motivar funcionários é criar um ambiente propício para a execução de um trabalho de qualidade, um espaço que garanta o bem-estar do seu maior patrimônio: o capital humano da sua empresa.

A empresa precisa se preocupar com o ser humano. No geral, atitudes simples como ouvir os colaboradores e dar feedbacks são as importantes fontes de motivação dos funcionários. É necessário que desde os donos, gestores até o pessoal do RH compreendam que estão lidando com pessoas que têm problemas, sonhos e necessidades, e é preciso tentar entendê-los.

Motivar funcionários de micro e pequenas empresas

Se motivar funcionários é um desafio para as grandes corporações, essa é uma tarefa ainda mais árdua para micro e pequenas empresas. Isso porque geralmente as empresas menores não possuem uma equipe completa de gestão de pessoas e, muitas vezes, a política de motivação parte do próprio empresário. Mas, antes de tudo, é preciso entender que a motivação vai muito além de incentivos financeiros.

Pensando nisso, foram elaboradas 7 dicas para que você consiga motivar seus funcionários sem a necessidade de aumentar os gastos da sua empresa. Confira:

1. Seja humanista

Observe seus colaboradores de forma individual, considerando os pontos fortes e os pontos que devem ser melhorados em cada um deles. Mostre para os seus colaboradores que você se preocupa com o bem-estar deles, que não se trata apenas de uma relação de negócios, mas, sim, de uma relação humana e sincera, em que vocês precisam um do outro para um bem comum.

Estabeleça uma relação de confiança com todos os membros da sua equipe. Assim, eles vão se sentir mais confortáveis para expor situações que estão atrapalhando o desenvolvimento das atividades relacionadas ao trabalho, seja no campo pessoal, seja no profissional.

2. Invista em um ambiente de trabalho agradável

Esta é uma prática que deve ser desenvolvida em qualquer empresa, pois ter um ambiente de trabalho harmônico e agradável, além de tornar a jornada mais prazerosa, garante o bem-estar dos colaboradores, evitando problemas como estresse, ansiedade e depressão.

Dê vida ao ambiente de trabalho com uma decoração agradável, por exemplo. Ateste a qualidade das ferramentas de trabalho, certifique-se de que os equipamentos estejam em perfeita condição de uso. Estimule a socialização entre os colaboradores, realizando dinâmicas em grupo. A ginástica laboral também é uma boa estratégia para garantir o bem-estar físico e emocional dos funcionários.

3. Permita a flexibilidade de horários

Todos sabemos que os colaboradores passam mais tempo dentro da empresa do que na própria casa, o que pode ocasionar um estresse emocional enorme. Por isso, muitas empresas têm apostado na flexibilização da jornada de trabalho, já que muitas funções podem ser realizadas fora do horário comercial e essa prática permite que os colaboradores tenham tempo para se dedicar a outras tarefas importantes, como buscar os filhos na escola, fazer um curso profissionalizante e outras tarefas pessoais.

Google, Avon, Unilever e 3M são exemplos de empresas que já adotam a política de flexibilidade de horários. Como resultado dessa e de outras políticas para motivar funcionários, o Google e a Unilever, de acordo com pesquisa realizada pelo LinkedIn, estão entre as “20 empresas mais cobiçadas para se trabalhar no Brasil”. Embora sejam empresas de grande porte, você pode aplicar a mesma ideia para uma empresa menor.

4. Ofereça treinamentos

Investir na capacitação dos funcionários é também investir no crescimento e no desenvolvimento da sua empresa. Ofereça programas de treinamentos, cursos e palestras. Foque no desenvolvimento pessoal dos seus funcionários, pois não adianta apenas investir em treinamentos. É preciso conseguir reter esses talentos dentro da sua empresa. Estimulando a satisfação dos funcionários fica bem mais fácil motivá-los.

Se você não tem recursos financeiros para contratar uma equipe de treinamento, uma boa opção é viabilizar parcerias. Um proprietário de uma oficina mecânica, por exemplo, pode convidar um fornecedor para explicar sobre o funcionamento de uma nova peça, falar sobre os cuidados durante a instalação etc.

5. Respeite seus colaboradores

O respeito é primordial em qualquer relacionamento humano e garante a construção de um convívio produtivo. Evite qualquer tipo de comportamento grosseiro ou desrespeitoso. Sempre que chegar cumprimente todos os colaboradores. Ao sair, despeça-se.

Todos gostam de ser bem tratados, então lembre-se de que simples atitudes fazem toda a diferença.

6. Estimule as ideias

Permita que os seus colaboradores façam sugestões e deem ideias, mesmo que elas não possam ser aplicadas de imediato – isso é uma forma de estimular sua equipe e demonstrar que todos têm poder de voz no ambiente de trabalho. Aquela ideia de que duas cabeças pensam mais do que uma é extremamente válida nesse contexto, já que seus colaboradores podem ter percepções diferentes acerca de um mesmo problema.

Além disso, muitas dessas sugestões podem ser usadas para implantar estratégias inovadoras dentro da empresa.

7. Dê feedback positivo

De modo geral, dar feedback é muito importante, mas muitas empresas limitam-se aos feedbacks negativos, e quando o colaborador age de forma assertiva às vezes acaba passando despercebido. A ideia do feedback é ser algo construtivo, que sirva de estímulo, portanto, destaque os pontos positivos em vez dos negativos.

Faça com que o feedback seja uma via de mão dupla, dando a oportunidade para que seus funcionários também exponham suas opiniões e sugestões de melhorias. Todo empreendedor precisa estar preparado para ouvir críticas. É preciso saber ouvir, identificar falhas e desenvolver estratégias de melhoria contínua – e o feedback é fundamental nesse processo.

Todas essas sugestões têm o objetivo único de valorizar o seu capital humano, pois funcionários felizes e motivados com o ambiente de trabalho são mais produtivos e, consequentemente, colaboram para o desenvolvimento da sua empresa. Conquiste a confiança da sua equipe e valorize cada funcionário. E não se esqueça de que motivar funcionários é a chave para o sucesso da sua marca no mercado.

Aproveite que estamos tratando da área de RH e leia o artigo “Aprenda a gerenciar o RH de sua oficina mecânica“.