A Stratasys, empresa de soluções de impressão 3D e manufatura aditiva, com forte atuação junto às indústrias do setor automotivo, desenvolveu, com o apoio da Ford Motors e da Boeing, o Stratasys Infinite-Build 3D Demonstrator para atender aos requisitos das indústrias automotiva e aeroespacial de trabalhar com peças termoplásticas leves e resistentes.

Essa tecnologia já chegou na fábrica de Regensburg, da BMW, e tem sido utilizada para inovar no design dos veículos e na produção rápida de ferramentas, moldes e gabaritos específicos.

A Hyundai também adotou o uso desta tecnologia inovadora depois de verificar que os consumidores julgam a qualidade de um veículo por diversos fatores, como componentes e acabamentos. Assim, a montadora passou a criar protótipos rápidos para avaliar os mínimos detalhes e garantir ajustes precisos, capazes de tornar a qualidade palpável, antes do veículo chegar ao seu consumidor.

Posta essa revolução vamos listar algumas das grandes vantagens que a revolução da impressão 3D pode trazer:

Alto nível de detalhamento e precisão

Os sistemas computacionais e o desenvolvimento da impressora em si, ao longo dos anos trouxe um nível de detalhamento dos protótipos tão alto que eles são facilmente confundidos com as versões finais de seus produtos. Falando em produtos finais, esses mesmo sistemas possibilitam um nível de precisão micrômica, trazendo maior qualidade e segurança na produção industrial.

Economia de tempo, materiais e custos

A impressão 3D possibilita que peças muito complexas sejam produzidas com a quantidade exata de matéria prima necessária para sua confecção. Por exemplo, na indústria aeroespacial, as matérias primas são extremamente caras e a impressora 3D evita quase que por completo o desperdício, reduzindo custos.

Uma máquina, vários materiais

Na manufatura tradicional,  é preciso investir em várias máquinas para operar diferentes materiais, o que implica em custos elevados e aumento do tempo de produção. Com impressoras 3D que utilizam tecnologias FDM, é possível, em um único processo trabalhar com matérias primas variadas, tornando a fabricação muito mais prática. Além disso, os materiais podem ser coloridos na própria bandeja de impressão, necessitando cada vez menos de procedimentos manuais.

Alto nível de personalização

A exclusividade tem um poder de atração muito grande e a impressão 3D possibilita isso com grande facilidade e acessibilidade. Os setores que mais se beneficiam são o joalheiro, o protético (de próteses) e o de vestuário. A empresa de vestuário esportivo Under Armour fabricou um tênis totalmente criado pela tecnologia de impressão 3D.

Facilidade no armazenamento e mobilidade de produção

Os materiais utilizados para impressão 3D, em geral, são pós ou filamentos e são muito mais fáceis de armazenar e transportar do que peças inteiras. Além disso, pelo tamanho do equipamento e variedade de materiais que podem imprimir, muitas impressoras podem ser instaladas em locais menores do que as indústrias tradicionais. Isso significa que as fábricas podem sair dos grandes polos industriais e se aproximar geograficamente dos centros consumidores, ou mesmo dos locais onde sejam necessárias, por exemplo, aeroportos, navios, e outros lugares estratégicos para produção de peças de manutenção.

O que será que a tecnologia está preparando para o mercado de peças para motor?

Vamos estar sempre ligados pra descobrir e contar tudo pra vocês! Então assine nossa newsletter e não perca nenhuma novidade 😉