Quando se fala sobre certificações ISO, a maioria das pessoas pensam logo na 9001, 14001 ou até mesmo na OHSAS 18001. No entanto, poucos conhecem a ISO/TS 16949.

Essa certificação, cuja atualização mais recente é datada de 2009, foi criada para atender a determinações específicas do ramo automobilístico que não foram abordadas em outras certificações conhecidas, como as que mencionamos acima.

Sendo assim, foi necessária a criação de novos requisitos técnicos para serem abordados por outra certificação.

Nosso objetivo com este artigo é apresentar a ISO/TS 16949, bem como suas particularidades, seus benefícios para o mercado automobilístico e as formas de conquistar essa certificação. Confira!

O que é e como surgiu a ISO/TS 16949?

A ISO/TS 16949 é uma especificação técnica ISO que tem por objetivo alinhar padrões de qualidade no setor automotivo que existem nas indústrias brasileira, americana, alemã, francesa e italiana, dentro de um conceito padronizado e globalizado.

Ela define requisitos específicos do setor automobilístico que interferem diretamente na qualidade da produção veicular, assistência técnica e demais serviços voltados a essa indústria.

Essa certificação ISO foi desenvolvida pela IATF — International Automotiva Task Force —, que, traduzindo para o português, significa Força Tarefa Automotiva Internacional, e é considerada uma obrigação para a maior parte dos fabricantes de automóveis do mundo.

Publicada em março de 1999, com alterações em 2002 e 2009, a certificação ISO em questão já emitiu mais de 47.500 certificados em países dos continentes americano, europeu e asiático.

A certificação ISO/TS 16949 é muito importante para todo tipo de empresa que fabrica e distribui suprimentos e peças automotivas, desde pequenos fabricantes até grandes organizações multinacionais em toda parte do mundo.

Porém, ela é aplicável somente nos locais em que as peças de produção ou serviço são fabricadas para o mercado de equipamentos originais.

Qual a importância da ISO/TS 16949?

É comum que alguns tipos de clientes considerem uma certificação ISO como um pré-requisito para adquirir algum produto ou serviço de uma empresa.

Ela inspira qualidade, segurança e confiabilidade e tem sido cada vez mais observada por parte de clientes, principalmente empresas, quando adquirem insumos ou materiais utilizados em seus produtos.

Com a ISO/TS 16949 não poderia ser diferente. Com a sua disseminação, a obtenção dessa certificação pode significar a continuidade ou não do seu negócio, visto que estamos tratando de um ambiente de mercado extremamente competitivo, em que pequenos diferenciais se tornam grandes aliados de empresários inteligentes.

Outras empresas buscam a certificação para reduzir a necessidade de múltiplas auditorias realizadas por clientes, visto que, de posse do certificado, podemos entender que aquela empresa segue os critérios e padrões estabelecidos.

Além disso, ainda podemos citar como benefícios da certificação ISO/TS 16949:

  • transparência em processos internos;

  • definição clara de metas e objetivos da empresa;

  • economia de tempo e redução de custos.

  • prevenção de erros, vez que eles poderão ser identificados antes de ocorrerem;

  • foco na proteção de seus clientes com relação aos problemas de qualidade;

  • aperfeiçoamento no sistema de qualidade.

Acima de tudo, é importante que a empresa que pretende obter a certificação entenda que o conteúdo dos requisitos será de grande valia para a melhora da qualidade de seus produtos e serviços.

Com a certificação, a empresa poderá obter maior satisfação de seus clientes e, consequentemente, conquistar credibilidade e valorização no mercado em que atua

Em um cenário mais otimista, a empresa poderá obter até mesmo reconhecimento mundial, pois ela será registrada em uma comunidade internacional de empresas certificadas, tendo o devido reconhecimento, que pode ser considerado como uma excelente estratégia de marketing.

Como conquistar a certificação ISO/TS 16949?

Inicialmente, uma empresa deve implantar um sistema de qualidade interno e, em seguida, realizar pelo menos um ciclo de auditorias.

Em seguida, é recomendado realizar uma pré-auditoria por uma empresa certificadora, com o objetivo de realizar uma checagem dos requisitos determinados pela certificação ISO em questão.

Esse procedimento é realizado anteriormente à visita dos certificadores oficiais à sede da empresa. No passado, isso não era feito, o que acabava fazendo as empresas serem inabilitadas no processo de certificação por erros considerados “bobos” que poderiam ser verificados se tivessem passado por uma espécie de “pré-checagem” dos processos.

A pré-auditoria é realizada mediante a análise dos mesmos pontos de uma auditoria oficial, utilizando o mesmo rigor e critérios oficiais.

Em até 90 dias após a realização da pré-auditoria, serão enviados os documentos de solicitação da certificação ISO/TS 16949 para análise e posterior agendamento da auditoria oficial.

Após o procedimento de checagem inicial, se não forem detectadas falhas graves e a companhia candidata à certificação estiver com um sistema de implantação maduro e preparado, a documentação poderá ser enviada já nos dias seguintes.

Vale lembrar que o procedimento que estamos mencionando é referente a uma checagem antes de iniciar o processo oficial de certificação. Não é uma obrigação, mas uma recomendação feita por todas as empresas certificadoras existentes no mercado.

Sendo assim, é muito importante que os proprietários da empresa considerem esta possibilidade.

Mesmo que ela possa gerar custos maiores para o seu negócio, a pré-auditoria pode significar a diferença entre ter seu processo aprovado e obter a certificação ou não.

A certificação ISO/TS 16949 automaticamente gera a ISO 9001?

Muitos gestores têm esta dúvida: Será que uma empresa que obtém a certificação ISO/TS 16949 automaticamente recebe a ISO 9001?

A resposta para essa pergunta é muito simples: automaticamente não, pois os emissores dessas certificações são diferentes. A ISO/TS 16949 é emitida pelo IATF – como mencionamos no início deste artigo – e a ISO 9001 pelo INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

Entretanto, é possível a obtenção das duas certificações em conjunto, caso isso faça parte da estratégia da gestão de qualidade da empresa. No entanto, isso gerará novos custos de emissão de certificado para a empresa.

Além disso, serão necessários novos processos de auditorias internas de checagem (pré-auditoria), novas análises de requisitos e procedimentos elaborados de forma diferente das definidas na certificação.

No entanto, é perfeitamente possível a obtenção das duas em conjunto, visto que as normas da ISO/TS 16949 são complementares àquelas existentes na ISO 9001.

Gostou deste artigo sobre a ISO/TS 16949? Gostaria de receber, diretamente em seu e-mail, mais informações valiosas como esta que você acabou de consumir? Então assine a nossa newsletter para não perder nenhum conteúdo.