Junta de cabeçote: para que serve e qual sua importância?

A junta de cabeçote é uma peça muito conhecida nas oficinas mecânicas. Quem tem carro já deve ter se deparado alguma hora com a necessidade de trocá-la. Porém, quem não tem veículo também pode ter escutado alguma coisa sobre o tema. É um termo comum em mecânica. Na verdade, é uma estrutura essencial do motor. Quando essa autopeça apresenta problema, o sistema todo fica em um funcionamento descoordenado, o que pode levar o carro a parar de funcionar.

Preparamos este conteúdo especial com diversas informações sobre a junta de cabeçote, mostrando as funções dela, como identificar a necessidade de troca, as peças que a compõem e por que essa peça automotiva é tão importante para o correto funcionamento do motor. Continue acompanhando e aprenda mais sobre o tema!

O que é a junta de cabeçote?

A junta de cabeçote é a peça que realiza a junção mecânica do bloco com o cabeçote. Ou seja, é essa peça automotiva (que pode ser estruturada em juntas metálicas multicamadas, em algumas juntas de metal elastômero ou mesmo em juntas de metal) que faz a união das partes metálicas — e isso evita o vazamento de resíduos em outras partes do motor.

As juntas de cabeçote de tempos atrás eram formadas por um papel grosso passado com óleo grafitado. Depois de uma certa evolução, ela foi substituída por uma composição de duas folhas de cobre que contenham amianto em seu interior.

No entanto, com a proibição do uso de amianto (na Europa e em muitos outros países espalhados pelo mundo) as juntas com esse tipo de formação ficaram obsoletas. Assim, os modelos mais antigos têm desaparecido e dado lugar aos mais novos, com outro tipo de fabricação.

Por exemplo, a junta de cabeçote atual é, normalmente, feita de cartões específicos grafitados. Além disso, recebem o reforço de uma camada interior feita de aço, cobre ou de múltiplas folhas de aço, que dão mais segurança e resistência à peça.

Para que serve e qual a importância da junta de cabeçote?

A junta de cabeçote tem como principal funcionalidade conseguir selar todos os gases quentes produzidos durante a queima do combustível, por meio da vedação da estrutura. Além disso, ela mantém o óleo, o líquido de arrefecimento e os cilindros bem separados, para que não haja nenhum tipo de contaminação que comprometa o funcionamento perfeito do motor.

Assim, um vazamento de água, seja ele de menor dimensão ou um escoamento total do líquido, pode danificar diversas estruturas do motor, e assim, gerar colapso total no veículo. Por isso, sempre que houver sinais visíveis de falha na junta de cabeçote, a medida mais apropriada é buscar uma oficina mecânica especializada para a efetivação do diagnóstico e para fazer a correção necessária no motor.

É importante destacar que a junta de cabeçote tem uma função de fusível. Dessa forma, se o motor estiver com qualquer problema em seu funcionamento, essa peça automotiva provavelmente apresentará algum dano — o que é também uma grande utilidade para alertar o condutor sobre o problema. Dessa forma, outros componentes serão preservados.

Além disso, o aquecimento do motor é um dos maiores responsáveis pelos graves danos gerados na junta de cabeçote e no próprio motor. Há diversos fatores que podem desencadear no superaquecimento de uma máquina. O problema pode ser derivado de um simples vazamento de água, por exemplo, ou pode estar associado ao funcionamento de válvula termostática. Porém, é bom lembrar que o mais complicado é quando o aquecimento acontece de uma forma muito repentina, o que aumenta os riscos para o condutor e pode danificar o carro seriamente.

Em uma situação de um vazamento repentino — na qual toda a água do sistema de arrefecimento acaba vazando — é possível que os sensores de temperatura não consigam fazer a leitura. Dessa forma, eles não indicam ao motorista o excesso de temperatura. Isso gera efeitos graves que levam o motor a sofrer danos catastróficos. Perda de compressão, empenas do bloco e cabeçote são situações comuns em motores que sofreram esse tipo de aquecimento.

Quais são as peças que compõem o kit da junta de cabeçote?

Uma vez queimada a junta de cabeçote, a peça necessita ser trocada. Além disso, uma verificação deve ser realizada no cabeçote e no bloco, para conferir se não houve empeno dos componentes. Isso porque ambas as peças sofrem torções com o excesso de temperatura.

Assim sendo, não basta realizar apenas a troca da junta: nesses casos, é necessário que haja um trabalho de retífica, aplainando a superfície danificada. Essa superfície deve respeitar a planicidade e a rugosidade estabelecidas pelo fabricante do motor.

Da mesma forma, como os parafusos não podem ser reutilizados — pois apresentam risco de quebrarem e causarem vazamentos —, seu valor deve ser incluído nessa troca. Caso contrário, isso vai fazer com que você tenha que pagar por um novo serviço.

Além de tudo isso, lembre-se de pedir ao mecânico a utilizar um torquímetro com o torque correto para o seu modelo de veículo. Ou, então, você vai correr o risco de ter que executar o serviço todo de novo, com ainda mais prejuízo. Portanto, segue abaixo os elementos que compõem o kit completo da junta de cabeçote:

  • junta do cabeçote;
  • junta da tampa de válvulas;
  • junta do coletor de escape;
  • junta do coletor de admissão;
  • retentores de válvulas;
  • retentores de comando;
  • parafusos elásticos (apenas em alguns kits).

Outra possibilidade é comprar cada uma dessas peças separadamente também. Por exemplo, existem kits com retentores muito ruins, mas, por outro lado, há retentores de marcas boas no mercado que são vendidos de forma separada.

Por isso, vale a pena investir um pouco de tempo e pesquisar, com o objetivo de encontrar peças mais baratas antes de fazer as compras, e assim, obter uma melhor relação de custo-benefício. Busque fornecedores de autopeças credenciados e que disponibilizam material de alta qualidade. Isso vai garantir melhor desempenho para o sistema e maior durabilidade para as peças.

Como é o funcionamento da junta de cabeçote?

Antes de tudo, o material dentro do motor da peça deve estar em condições ideais para impedir a penetração da mistura gasosa, do óleo ou da água nos circuitos adjacentes, para que a junta de cabeçote funcione da melhor maneira possível, como dissemos. Assim, a junta de cabeçote é a estrutura responsável por vedar a câmara do motor em que ocorre a combustão.

Além disso, a junta de cabeçote ajuda a manter a rotação da água, que faz a refrigeração, e do óleo, que lubrifica o motor. Dessa forma, a junta de cabeçote é indispensável para o veículo funcionar bem.

Como saber se a junta de cabeçote está queimada?

Para testar o funcionamento dessa peça tão importante para o veículo e saber se a estrutura está queimada, entenda que isso é feito com um testador de vazamento de combustão. É essa ferramenta que consegue verificar se existe vazamento de gases do líquido de arrefecimento.

Para tanto, o testador deve ser encaixado no radiador, que tem que estar fechado. Em seguida, basta inserir um líquido para a realização do procedimento. Caso esse líquido fique amarelo após a partida no carro, há grandes chances de a junta de cabeçote apresentar problemas.

A junta de cabeçote também dá alguns sinais de que ela precisa ser trocada. O fluido de arrefecimento, por exemplo, fica em baixo volume, levando o motor a alcançar temperaturas muito além do normal. Isso danifica a junta de cabeçote e pode gerar problemas para o carro. No superaquecimento do motor, a peça também passa pela necessidade de troca.

Além disso, outro sinal de que a junta de cabeçote deve ser substituída e a saída de um grande volume de fumaça do escapamento. Se a cor estiver azulada, pode ser sinal de que o óleo de motor está sendo queimado na câmara de combustão. Já se a tonalidade é preta, significa que a regulagem do carburador pode estar com falha, levando à injeção de um volume maior de combustível.

Com os testes e a identificação desses sinais, sua oficina pode fornecer o apoio necessário ao cliente para a correção do problema. Lembre-se, de toda forma, que os componentes para a substituição devem ser obtidos de fornecedores credenciados. Assim, trabalhe com material de qualidade e capacite a equipe para a prestação de um bom serviço automotivo.

O que fazer caso a junta de cabeçote esteja queimada?

Caso a junta de cabeçote esteja queimada, ela perde a capacidade de vedar a água. Assim, o fluido de arrefecimento pode vazar para o cilindro. Se o problema for percebido de forma rápida pelo condutor, normalmente é preciso apenas trocar a junta de cabeçote, sem retífica.

Se o superaquecimento for percebido de forma tardia, o dano ocorrido é maior. Assim, vai ser preciso fazer a troca de junta de cabeçote com retífica. É necessário retirar o cabeçote e fazer a plaina dessa estrutura. Se o problema for da parte interna, o prejuízo pode ser irreversível.

A junta de cabeçote deve ser comprada de fornecedores de qualidade e certificados no mercado. Faça uma boa pesquisa e avalie bem os produtos, para realmente oferecer o que há de melhor para o cliente. A Takao é uma empresa 100% brasileira, com qualidade internacional. Fornecemos peças automotivas certificadas pelo Inmetro e altamente alinhadas com as exigências dos fabricantes.

 A troca do kit de junta de cabeçote é um investimento importante para o cliente, sendo um dos serviços essenciais na oficina. Danos nessa estrutura podem levar o carro a um desempenho ruim, superaquecimento e pode até fazer o motor parar de funcionar.

Viu como a junta de cabeçote é uma peça crucial para o bom funcionamento de todo o motor? Por isso, exija sempre o uso de peças de boa procedência, trabalhando com fornecedores de qualidade. Além disso, busque capacitar o time, para que a equipe faça um bom trabalho na oficina. Lembre-se também de incentivar os clientes a realizarem as manutenções preventivas, para evitarem danos ao veículo.

Gostou do conteúdo? Aproveite e assine a nossa newsletter para receber as novidades do nosso blog em seu e-mail!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

2 Comentários

  1. Fiz o cabeçote não faz Nei um ano e já deu problema pq será

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.