Todo processo de manutenção de motor é bem complexo. Afinal, de acordo com o tipo de problema, as peças que o compõem precisam de um diagnóstico e, a partir daí, define-se quais medidas devem ser tomadas.

Em grande parte dos casos, a retífica de cabeçote é inevitável. Isso porque estamos falando de uma das peças que é mais exigida pelo motor do veículo. No entanto, muita gente ainda confunde os conceitos de retífica de cabeçote e retífica de motor.

Por isso, neste artigo, trouxemos a definição de cada uma, bem como suas principais diferenças para não haver mais dúvidas. Confira!

Quais os sinais que mostram a necessidade de retificar não só o motor, mas também o cabeçote?

Antes de aprofundarmos nos conceitos, é preciso conhecer os sinais que deixam evidente a necessidade tanto de fazer a retífica de cabeçote quanto a de motor.

Podemos começar pelo baixo desempenho do motor e o consumo excessivo de combustível. Quando há queima e consumo de óleo em excesso, é sinal de que o motor também começou a consumir e a queimar óleo além do normal.

Em algumas situações, até o veículo começar a apresentar falhas em seu funcionamento, o cilindro acaba por não operar de forma correta e o motor falha. Isso é provocado pelo desgaste interno dos componentes e, nessa situação, é preciso retificar o motor para devolver as condições normais.

Por sua vez, esse desgaste pode ser também provocado por algumas situações, como falta de manutenção ou até mesmo por uma manutenção feita de maneira errada. Às vezes, acontece de o mecânico ou o próprio dono do veículo acabar estragando o motor. Portanto, é preciso ter atenção aos seguintes sinais:

  • alto consumo de óleo lubrificante;

  • escapamento expelindo excesso de fumaça;

  • baixa potência;

  • aumento do consumo de combustível;

  • motor em funcionamento com superaquecimento;

  • barulhos fortes vindos do motor.

O que é retífica de cabeçote?

O cabeçote é a peça superior do motor, que dá fechamento a ele e é o responsável praticamente por todo seu funcionamento. Então, o cabeçote do motor é assim chamado devido à função que exerce na máquina, que é a de comandar a entrada de saída de combustível e de ar do motor. Também é conhecido como cabeça do motor.

Atualmente, nos motores mais modernos, o comando de válvulas está no cabeçote. Por sua vez, o que indica o funcionamento do motor é o comando de válvulas. Assim, se tiver algum problema nesse item, provavelmente a máquina não funcionará de forma correta.

Portanto, a primeira medida que se deve tomar para a retífica de cabeçote é conversar com um mecânico experiente e de confiança na hora de fazer o orçamento. Isso porque o profissional deve ser capaz de explicar os problemas verificados no cabeçote, sendo os mais comuns assentamentos e folgas.

Por fim, o processo de retífica de cabeçote do motor não é dos mais complexos, mas exige do mecânico profissional toda a atenção necessária para constatar todas as folgas e falhas que essa peça possa apresentar.

O que é retífica de motor?

Quando em funcionamento, as peças internas do motor estão sujeitas a grandes esforços, ficam em atrito constante e trabalham sempre em altas temperaturas. Todos esses aspectos contribuem para o desgaste das peças.

Estamos falando de um processo considerado natural com o uso e, após determinada quilometragem — normalmente após 200 mil km —, a retífica do motor torna-se necessária.

Outros fatores são capazes de determinar a necessidade de retífica do motor antes do tempo, tais como:

  • funcionamento do motor com superaquecimento;

  • quebra de correia dentada (em alguns motores);

  • óleo lubrificante com baixo nível, falta dele ou ainda pior: o péssimo costume de alguns motoristas apenas completarem o nível do óleo, com a manutenção do óleo velho por períodos longos de uso;

  • hábito de “descansar” o pé esquerdo no pedal da embreagem;

  • falta de manutenções preventivas.

Por fim, a retífica de motor pode ser parcial ou completa. É comum dizer, por exemplo, retificação da parte de cima, onde inclui o cabeçote:

  • guias;

  • válvulas;

  • sedes;

  • Retífica de Superfície (plaina);
  • Usinagem do alojamento do comando de válvulas;
  • substituição do comando de válvulas — na maioria dos motores mais modernos o comando de válvulas opera no cabeçote e em outros no bloco.

Por outro lado, é comum dizer que haverá a retificação da parte de baixo, ou seja, significa restaurar a parte do bloco, que inclui:

  • virabrequim;

  • camisas dos cilindros;

  • pistões;

  • bielas.

Quais são as principais diferenças entre retífica de cabeçote e retífica de motor?

Na verdade, a retífica de cabeçote é o que recondiciona e coloca o cabeçote em condições de perfeito funcionamento para o motor.

Teoricamente, o cabeçote seria mais sensível a um erro do que ao motor em si, ao bloco. Às vezes, algum equívoco cometido pela retífica ou algum ajuste que não tenha sido necessário no motor talvez não gere um problema tão grande. Contudo, o mesmo tipo de falha cometida no cabeçote já apresentaria algum tipo de problema, justamente por ser uma peça mais sensível.

As questões ligadas ao tempo ou à manutenção para ambas as retíficas são bem parecidas. Muitas vezes as válvulas do motor ou do cabeçote acabam sofrendo um pouco mais, visto que elas trabalham em um regime um pouco mais severo. Com isso, acontece de o motor ter um desgaste maior no cabeçote e a parte de baixo, que seria o bloco, ainda estar em perfeitas condições.

Neste caso, uma situação de desgaste somente do cabeçote recuperaria primeiro essa peça. Depois, se porventura o bloco vier a apresentar problema, ou seja, a parte inferior do motor, mexeria-se nessa área.

Devemos levar em consideração o credenciamento das retíficas para escolher um profissional que realmente saiba o que está fazendo para evitar problemas mais graves.

Algumas delas são credenciadas por órgãos que regulamentam os processos de retífica. No Brasil, por exemplo, podemos citar o Conarem e a retífica Ouro Padronize, empresas que certificam as retíficas para que elas apresentem trabalhos dentro dos padrões necessários.

Portanto, se o estabelecimento for certificado e tiver bons profissionais, é possível conseguir um ótimo trabalho de retífica de cabeçote do veículo.

A Takao hoje produz todas as peças para remanufatura do cabeçote e, em alguns casos, temos o cabeçote em si, alguma coisa na linha diesel leve. Para 90% dos motores da linha leve ela tem todos os itens necessários à substituição para recuperar um cabeçote, como guias de válvula, válvula, retentor e eixo de comando.

Por fim, a Takao tem uma linha bem completa para o profissional realizar a retífica de cabeçote e colocá-lo novamente em condições de funcionar. Se você quiser conhecer melhor nossos produtos, entre em contato conosco agora mesmo. Teremos muito prazer em atender você!