Reduzir a rotatividade de funcionários é um desejo de muitos administradores de empresas, das mais variadas áreas e ramos de atuação. Em oficinas mecânicas, claro, não é diferente. Se você é um desses, saiba que oferecer um bom salário, mesmo acima da média, não é garantia de um quadro sólido de colaboradores.

Neste artigo, você aprenderá a diminuir a alta rotatividade de funcionários na sua oficina por meio de ações estratégicas. Além disso, entenderá o que é turnover, um termo cada vez mais usado nesse assunto, e como analisar esse índice de forma a melhorar o seu negócio. Boa leitura!

O que é turnover?

Em grandes empresas, quando se trata da contratação e da demissão de funcionários, um time de RH cuida de todos esses processos com técnicas e estratégias próprias. Donos e administradores de pequenas organizações, no entanto, também querem um quadro sólido, qualificado, satisfeito e lucrativo para o negócio. Por isso, é preciso atentar para alguns termos e indicadores específicos.

Esse é o caso do turnover, que vem sendo cada vez mais discutido e usado como métrica em organizações. Por ter origem estrangeira, a palavra pode causar estranhamento ou parecer distante da nossa realidade. Contudo, esse termo representa, no entanto, apenas um índice de profissionais que deixaram a empresa em um determinado período, gerando novas necessidades de contratação.

Por que isso merece atenção?

Reduzir a rotatividade de funcionários em uma oficina mecânica não apenas evita a dor de cabeça de procurar, incessantemente, por profissionais capacitados para trabalhar no seu negócio.

Benefícios do baixo turnover

O principal ponto positivo para administradores de empresas com baixo nível de turnover é a tranquilidade. Isso porque, assim como em um time de futebol, uma equipe engajada e que trabalha junto há algum tempo garante melhores resultados.

Isso se traduz em crescimento, já que uma equipe sólida e engajada produz mais e melhor, aumentando o lucro.

Consequências do alto turnover

Para cada empresa é aceitável um certo índice de evasão de funcionários. Isso varia de acordo com o nicho de mercado, com o tamanho e as características do negócio, entre outros fatores. Substituir um colaborador, no entanto, custa ao seu orçamento dois meses de salário. Além disso, cada colaborador a menos é sinônimo de sobrecarga para os que ficam — além de alterações negativas no clima organizacional.

Como reduzir a rotatividade de funcionários em uma oficina?

Diminuir o índice de turnover em uma oficina mecânica implica em ações pontuais que, além de reduzir a rotatividade de funcionários, acabam implicando também na melhoria de processos diários e até no aumento dos lucros do negócio. Confira as principais ações logo abaixo.

Melhorando o processo de admissão

A melhor forma de garantir que um funcionário não será demitido ou pedirá demissão a curto ou médio prazo é a contratação correta por parte do administrador. Isso porque, admitindo as pessoas certas desde o início, as chances de demissão serão menores.

Para melhorar o processo de admissão, seja mais criterioso e observador. Isso porque um candidato pode ter as habilidades necessárias para a função e, no entanto, não ser capaz de se adequar à cultura da empresa, por exemplo. É possível, também, que ele seja proativo e tenha bom relacionamento com a equipe, mas não ter conhecimentos técnicos.

Criando uma política eficiente de benefícios

O salário líquido de um funcionário não é o único benefício que ele espera receber. As formas adicionais de compensação, além das obrigatórias, fazem toda a diferença na satisfação da equipe e, claro, ajuda a garantir um baixo índice de turnover.

Um bom vale-refeição, plano de saúde, plano odontológico e uma boa estrutura de bônus de acordo com metas são boas ideias, mas nem todos precisam sair do seu bolso. Oferecer um horário flexível de trabalho, por exemplo, pode ser de grande valia para os funcionários.

Mantendo os colaboradores motivados

O índice de satisfação dos trabalhadores é muito importante para justificar a alta rotatividade em uma empresa. Por isso, é necessário mantê-los motivados e estimulados a trabalhar. Dessa forma, além de um baixo índice de turnover, você terá uma equipe mais produtiva, clientes mais satisfeitos e um lucro maior no fim de cada mês.

Com criatividade e um investimento relativamente baixo é possível engajar a equipe e garantir bons resultados. Prêmios e bônus são bem-vindos, mas um almoço mensal com os funcionários que mais se destacaram no mês, por exemplo, pode ter um resultado parecido.

Construindo planos de carreira

Deixe claro até onde cada membro da sua equipe pode chegar. Dessa forma, eles se sentirão mais motivados e você, em vez de uma alta rotatividade na empresa, terá funcionários engajados e produtivos.

Para construir um bom plano de carreira, considere fatores como tempo de casa, alcance de metas e adequação à cultura da oficina. Além disso, divida funções em júnior, pleno e sênior, aumentando a perspectiva de crescimento e estimulando a equipe.

Dando feedbacks à equipe

Todo administrador quer ficar mais próximo dos seus funcionários, não é mesmo? Dessa forma, é possível acompanhar de perto o trabalho, identificando falhas e oportunidades de crescimento. Por isso, tenha reuniões periódicas com a equipe e também com cada colaborador.

Nessas reuniões você poderá dar feedbacks precisos sobre os desempenhos gerais e específicos, garantindo que falhas sejam corrigidas, boas práticas sejam disseminadas e aumentando a confiança.

Recebendo feedbacks da equipe

Não pense, no entanto, que apenas os funcionários precisam de feedbacks — é preciso ouvi-los também. Afinal, ninguém melhor do que eles para dizer quais processos devem ser melhorados, descontinuados ou iniciados, não é mesmo?

Colha feedbacks tanto sobre a oficina em si quanto sobre a sua atuação como gestor dela. Eles serão úteis para ajudar a formar a sua percepção sobre o negócio, além de te ajudar a observar as coisas por um outro ponto de vista. Como resultado, você melhora processos e consegue reduzir a rotatividade de funcionários.

Reduzir a rotatividade de funcionários na sua oficina, além de evitar dor de cabeça e o enfraquecimento da sua marca, traz benefícios a médio e longo prazo. Por isso, atente para o nível de turnover e siga as dicas listadas neste post.

Agora que você já sabe mais sobre esse assunto, que tal aprender sobre como treinar adequadamente os funcionários da sua oficina? Essa também pode ser uma forma de diminuir a rotatividade da equipe. Leia agora!